Capacitação

O Projeto Semear nessa nova fase também estabelece como meta que se crie um espaço interno para discutir as temáticas da criminalização/descriminalização do porte de drogas para consumo pessoal, da abstinência/redução de danos, da atuação das Comunidades Terapêuticas na Rede de Atenção Psicossocial - RAPs, bem como outros temas de igual relevância, de modo a acrescentar conhecimento aos membros que trabalham com a temática da drogadição, capacitando-os para enfrentarem os questionamentos que têm sido cada vez mais recorrentes e afinar o discurso entre os membros da Instituição.

A Coordenação do Projeto Semear está em tratativas para o estabelecimento de parceria com a Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior do Paraná – SETI/PR, que tem como objeto a instrumentalização da capacitação dos membros do Ministério Público e de lideranças comunitárias para atuarem como agentes políticos de intervenção na comunidade, fomentando e executando políticas públicas de prevenção ao uso abusivo e à dependência de substâncias psicoativas lícitas e ilícitas vinculadas às ações do Projeto Semear, mediante o fornecimento de subsídios técnicos, científicos e operacionais pelas Universidades Estaduais e a comunidade acadêmica.

A Coordenação também se reuniu com CEAF, oportunidade em que se estabeleceu como estratégia que será organizado um cronograma para a realização de Webconferências que expliquem as ações propostas no âmbito do Projeto Semear e ao mesmo tempo estimulem o debate visando aproximar os membros e servidores do Ministério Público, bem como eles da Coordenação do Semear, bem como conhecer e disseminar as experiências e boas práticas já implementadas.

O aprimoramento da capacitação dos membros e servidores da Instituição não exclui diálogos que já vêm sendo realizados com a Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas – SENAD em relação à oferta de cursos específicos como o SUPERA e o Integração de Competências (acesse o conteúdo aqui), tampouco com a Sociedade Paulista para o Desenvolvimento da Medicina – SPDM, mediante parceria, e a Fundação Escola do Ministério Público do Estado do Paraná – FEMPAR/PR.

Por fim, buscar-se-á alimentar o site com informações embasadas cientificamente e produzidas pela comunidade acadêmica, no intuito de aprimorar qualitativamente o conhecimento dos membros da Instituição a respeito da matéria.

 

Recomendar esta página via e-mail:
Captcha Image Carregar outra imagem