Nota de Apoio e Participação no I Congresso Brasileiro de Dependências, Inovações e Cuidados

Acesse a nota em PDF

Entre os dias 16 e 18 de outubro de 2019 foi realizado, na Primeira Igreja Batista de Curitiba, o I Congresso Brasileiro de Dependências, Cuidados e Inovações, sob a organização da Organização Não-Governamental S.O.S. Família, da Advogada e Jornalista Diana de Lima e Silva, com apoio do Projeto Semear do Ministério Público do Estado do Paraná.

Objetivando a disponibilização ao público, de forma gratuita, apartidária e laica, de conhecimentos acerca dos problemas envolvendo a questão da drogadição, profissionais da saúde, do direito, da assistência social, da psicologia, bem como políticos, religiosos e voluntários em grupos de mútua ajuda, discutiram o tema por 3 dias seguidos.

Estiveram presentes na solenidade de abertura do Congresso o Subprocurador-Geral de Justiça para Assuntos de Planejamento Institucional Marcos Bittencourt Fowler, do Procurador de Justiça do Ministério Público do Paraná Olympio de Sá Sotto Maior Neto, o Presidente da Primeira Igreja Batista de Curitiba, Pr. Paschoal Piragine Jr., o representanto do Conselho Regional de Medicina – CRM, Dr. Luiz Ernesto Pujol, o Presidente da Fundação de Ação Social (FAS) de Curitiba, Thiago Kronit Ferro, o Diretor de Políticas sobre Drogas de Curitiba, Sr. Cristiano de Bastiani, o Presidente da ONG S.O.S. Família, Pr. Guilherme Diniz e a advogada e jornalista Diana de Lima e Silva, organizadores do evento, dentre outras autoridades convidadas.

Abrindo as palestras, a advogada, jornalista e organizadora do Congresso, Diana de Lima e Silva, discursou acerca da importância do evento, apresentando os

motivos da sua realização, destacando os diversos problemas que o Brasil enfrenta por conta das drogas e o objetivo do Congresso de traçar um diagnóstico desta realidade de modo multidisciplinar, pautando indicadores de mudança. Logo em Seguida, o Procurador de Justiça do Ministério Público do Estado do Paraná, Olympio de Sá Sotto Maior Neto, palestrou sobre o papel da sociedade, da família, do governo, do Ministério Público, da escola e da imprensa na manutenção de crianças e adolescentes afastados das drogas. Fechando o primeiro painel, a Assessora da Secretaria Nacional de Cuidados e Prevenção às Drogas – SENAPRED, do Ministério da Cidadania, Lívia Lopes, tratou acerca da Nova Política Nacional sobre Drogas no Brasil, destacando as diversas mudanças legislativas ocorridas recentemente.

Iniciando o painel da tarde, o Dr. Marco Antonio Bessa, Coordenador do Ambulatório de Dependências Químicas da Infância e Adolescência do Hospital de Clínicas da UFPR, discursou sobre as dependências e os transtornos de controle de impulsos e de conduta, seguido pelo Presidente da Federação de Amor Exigente, Miguel Tortorelli, que explicou o papel da entidade no auxílio à família, aos usuários e aos dependentes químicos. Em seguida a advogada Diana de Lima e Silva palestrou sobre a ciência e a espiritualidade na recuperação de usuários e dependentes químicos. Fechando o primeiro ciclo de palestras da tarde, o Dr. Affonso Paulo Otto Júnior tratou acerca da importância do AA, NA e AI-Anon na recuperação da dependência e da codependência, sendo seguido por representantes anônimos e familiares de tais grupos.

Iniciando o segundo dia de evento o Dr. Ronaldo Laranjeira palestrou sobre a organização de serviços para a dependência química. Após sua palestra, fechando o painel da manhã, o Dr. Ricardo Malina Losso falou acerca da entrevista motivacional nas dependências.

Já no período da tarde, o Delegado da Polícia Civil, Demétrius Gonzaga de Oliveira, criador da primeira unidade destinada exclusivamente ao combate de crimes cibernéticos do Brasil, o Núcleo de Combate aos Cibercrimes – NUCIBER, palestrou sobre a realidade brasileira dos crimes virtuais, suas variantes e seus reflexos, apontando medidas para conter o agravamento dos danos. Em seguida o Dr. João Paulo Becker Lotufo, Coordenador/Presidente do grupo de trabalho no Combate ao Uso de Drogas por Crianças e Adolescentes na Sociedade de Pediatria de São Paulo, discutiu sobre álcool e drogas na família, na escola e no consultório, brindando o público presente com diversos conselhos. Após um debate com os dois palestrantes, o Dr. Cleandro Carnieri abriu o segundo painel da tarde explicando sobre a Mindfulness no tratamento de dependentes químicos. Fechando o dia de evento, o Promotor de Justiça e Coordenador do Comitê de Enfrentamento às drogas e do Projeto Semear do Ministério Público do Estado do Paraná, Guilherme de Barros Perini, palestrou acerca do papel do Ministério Público no fortalecimento das Redes de Atenção e Proteção aos Usuários/Dependentes e Familiares, destacando a atuação do Projeto Semear e explicando sobre algumas das práticas do Projeto, como a realização de Rodas de Conversa em Escolas da Rede Pública de Ensino do Estado do Paraná.

Iniciando o último dia de Congresso, pela manhã, a Promotora de Justiça do Ministério Público do Estado do Paraná e ex-Coordenadora do Projeto SEMEAR Cristina Corso Ruaro, tratou do panorama do abuso de drogas lícitas e ilícitas para crianças e adolescentes em situação de risco. Em seguida a Dra. Maria de Fátima

Abreu Rato Padin, Diretora Clínica da Clínica de Tratamento e Reabilitação da Dependência Química – GRESSUS, abordou a importância da inclusão familiar no tratamento do dependente químico. Encerrando o último painel no período da manhã, a Psicóloga Ana Carolina Schlotag palestrou sobre as práticas preventivas a fim de fortalecer crianças e adolescentes para evitar comportamentos de risco à saúde.

No período da tarde quem abriu o primeiro painel foi o Dr. Nino Marchi, Pesquisador/Colaborado do Centro de Pesquisa em Álcool e Drogas (CPAD) da UFRGS, abordando, sob a perspectiva da psicologia positiva, as novas intervenções

em dependência química. O segundo palestrante do painel foi o Pastor Paschoal Piragine Jr., que estabeleceu uma relação entre espiritualidade e dependência química, apontando para a importância de uma correta conjugação entre ambos. Fechando o primeiro painel da tarde do dia 18, o Procurador de Justiça do Ministério Público do Estado de São Paulo, Mário Sérgio Sobrinho, abordou a Justiça Terapêutica, explicando sobre o conceito e o funcionamento de tal alternativa penal, além de apresentar exemplos das boas práticas dentro do Programa. Em seguida o Promotor de Justiça do Ministério Público do Estado de São Paulo, Guilherme Athayde Ribeiro Franco, tratou do papel do Urbanismo e da Cidade Sustentável na prevenção ao uso de álcool e outras drogas.

Abrindo o último painel do evento, a Dra. Flávia Vernizi Adachi, Psicóloga da Secretaria Municipal da Saúde de Curitiba, trabalhou a questão do atendimento de usuários e dependentes químicos na saúde municipal. Após a palestra da Dra. Flávia, a Dra. Liliane Casagrande Sabbag, Coordenadora do Programa de Controle do Tabagismo na cidade de Curitiba/PR, tratou sobre o Tabagismo e seu programa

Controle na cidade de Curitiba/PR, apresentando diversos dados sobre o tema e demonstrando ações para cessação do tabagismo. Em seguida o Consultor Técnico da Federação Norte e Nordeste de Comunidades Terapêuticas, José Henrique França Campos, destacou a importância das Comunidades Terapêuticas na recuperação dos dependentes e realizou um depoimento pessoal que emocionou o público presente. Por fim, na palestra de encerramento do evento, o Presidente do Conselho Municipal de Políticas Públicas sobre Drogas de Quatro Barras/PR e Delegado da Federação Brasileira de Comunidades Terapêuticas no Estado do Paraná – FEBRACT, Marcelo Marques Fortunato, também deu um depoimento pessoal exemplificando os problemas que a droga pode causar e incentivando o engajamento dos presentes no tratamento de dependentes químicos.

 

Palestrantes presentes no Congresso:

 

Aaron Belczak Reinert - Mediador

Médico graduado pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná, em 2010; Especialista em Psiquiatria pela Clínica Heidelberg, em 2019, e pós-graduando em Dependência Química pela Universidade Positivo. Atua como Diretor Adjunto do Centro de Reabilitação para Dependentes Químicos EMUNAH e como médico na emergência/ambulatório do Hospital Psiquiátrico Porto Seguro.

Bloco III - https://www.youtube.com/watch?v=hfTQkkKjmaA


 

Affonso Paulo Otto Júnior

Médico formado pela Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Paraná, com especialidade em Medicina do Trabalho pela Fundacentro. Possui Curso de Atualização em Alcoolismo e Dependências Químicas.

Acesse sua apresentação aqui.

Bloco II - https://youtu.be/OUiUbOKq29E?t=9228


 

Afonso Takao Murata - Mediador

Engenheiro Agrônomo formado pela UNESP; Mestre UNESP Jaboticabal e Doutor em Ciências, 2001. Foi pesquisador do CNPq (Bolsa de DCR) na UFPB. Professor efetivo do CEFET Cuiabá. Atualmente é Professor do DFF/SCA/UFPR, atuando principalmente nas áreas de Agroecologia e Ciências ambientais. Vem trabalhando na temática da Drogadição, inclusive no litoral do Paraná. Possui obra publicada sobre a matéria. Atuou na questão social sobre drogas e políticas públicas, em pós-graduação, incluindo cursos de especialização pela UFPR.

Bloco VIII - https://youtu.be/ejVWzaw1Cnk?t=10250


 

Ana Carolina Schlotag

Psicóloga, especialista em Psicopedagogia e Saúde Coletiva. Coordenadora das equipes de Consultório na Rua e condições vulneráveis, envolvendo atenção à Saúde da População em Situação de Rua, atenção à Saúde Prisional, atenção à Saúde de Adolescentes em medida socioeducativa em regime de internação e semiliberdade e projetos de Prevenção à Saúde de Adolescentes em vulnerabilidade, pelo Departamento de Atenção Primária à Saúde da Secretaria Municipal de Curitiba. Atuou como coordenadora do CAPS AD III e de Cuidado e Assistência em álcool e outras drogas.

Acesse sua apresentação aqui.

Bloco VI - https://youtu.be/54Byh_zkfPc?t=6746


 

Cleandro Carnieri

Médico formado pela Universidade Federal do Paraná. Especialista em psiquiatria e terapia cognitivo-comportamental. Trabalha com dependência química há mais de 14 anos, com diferentes públicos. Realizou vários treinamentos na área de dependência química, incluindo o Beck Institute, e na área de Mindfulness, incluindo as Universidades de Harvard e Massachusetts. Concluiu treinamento em Prevenção de Recaída Baseada em Mindfulness pela University California, San Diego.

Acesse sua apresentação aqui.

Bloco V - https://youtu.be/aijswdMhor4?t=9313


 

Cristina Corso Ruaro

Promotora de Justiça do Ministério Público do Estado do Paraná (1994); Titular da 1ª Promotoria de Justiça da Criança e do Adolescente - Situação de Risco de Curitiba (2019); Graduada em Direito pela Universidade de Caxias do Sul/RS (1991); foi Coordenadora do Projeto SEMEAR - Enfrentamento ao Álcool, Crack e outras Drogas do MPPR - 2013/2017; foi Conselheira do Conselho Estadual de Políticas Públicas sobre Drogas de 2013/2018.

Acesse sua apresentação aqui.

Bloco VI - https://youtu.be/54Byh_zkfPc?t=4403


 

Demétrius Gonzaga de Oliveira

Delegado de Polícia Civil de 1ª Classe no Estado do Paraná, Titular, desde 2005, do Núcleo de Combate aos Cibercrimes -  NUCIBER, que constitui a primeira unidade, por ele implantada, destinada exclusivamente ao combate aos crimes cibernéticos do Brasil. Palestrante e Professor das disciplinas de Investigação de Cibercrimes e Crimes Virtuais, na Escola Superior de Polícia Civil, do Paraná; na Escola da Magistratura do Paraná, na Escola da Magistratura Federal - ESMAFE; na Pós-Graduação em Direito Criminal do Centro Universitário Curitiba – UNICURITIBA. De 2008 a 2014 recebeu várias homenagens pelos legislativos municipal e estadual paranaense como reconhecimento pelos relevantes serviços de combate aos crimes de Pedofilia e contra o Patrimônio, praticados através da Internet – 2008, bem como o Prêmio PABLO NERUDA de Direitos Humanos – ONU pelo resultado de seu trabalho.

Acesse sua apresentação aqui.

 Bloco IV - https://youtu.be/aijswdMhor4?t=216


 

Diana de Lima e Silva

Graduada em Comunicação Social pela Universidade Federal do Paraná e em Direito pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná - PUC/PR. Como jornalista atuou por 15 anos em diversas mídias, no Paraná e no Rio de Janeiro. Como advogada milita desde 1992. Nos últimos anos dedica-se ao estudo da drogadição. Daí os cursos de extensão universitária na UFPR, UFSC, USP, UNIFESP, e os oferecidos pela SENAD e pelo UNODC (Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crimes), onde em 2018 graduou-se como coordenadora de intervenção na prevenção em base familiar e em base escolar. Em 06/05/2019, na Escola Superior do Ministério Público de São Paulo, concluiu o Curso “Organização de Serviços na Área da Dependência Química” e atualmente cursa pós-graduação em “Dependências Químicas, da Prevenção ao Tratamento”, na Universidade Positivo, em Curitiba. De 2013 a 20/03/2019 atuou no Conselho Estadual de Políticas Públicas sobre Drogas, sendo Presidente deste colegiado de 2017 a 2019 e na esfera municipal, eleita Vice-Presidente para o biênio 2019/2020.

Acesse sua apresentação aqui.

Abertura - https://youtu.be/9m0f-cbpqnU?t=2050

Bloco I - https://youtu.be/OUiUbOKq29E?t=5404


 

Fernanda Nagl Garcez - Mediadora

Promotora de Justiça do Ministério Público do Paraná, titular da 3ª. Promotoria da Infância e Juventude – Situação de Risco. Membro do Grupo de Discussão e Trabalho – GDT do Projeto Estratégico Semear de Enfrentamento ao Álcool, Crack e Outras Drogas do Ministério Público do Paraná.

Bloco IV - https://youtu.be/aijswdMhor4?t=45


 

Flavia Vernizi Adachi 

Graduada em Psicologia pela Universidade Tuiuti do Paraná. Pós-graduada em Saúde Mental: Abordagem interdisciplinar; Especialização em Dependências Químicas; Especialização em MBA Gestão de Serviços e Recursos Materiais na Administração Pública. Mestre em Psicologia pela Universidade Tuiuti do Paraná. Psicóloga da Secretaria Municipal da Saúde de Curitiba, atualmente no cargo de Coordenadora da Saúde Mental da Secretaria Municipal da Saúde de Curitiba. Integrante do Comitê de Ética e Pesquisa da Secretaria Municipal da Saúde de Curitiba. Integrante do Corpo Docente da Faculdade Evangélica do Paraná - FEPAR, na disciplina de Saúde Mental para o Curso de Medicina. Experiência na área de Saúde Coletiva, com ênfase em Saúde Mental. 

Acesse sua apresentação aqui.

Bloco VIII - https://youtu.be/ejVWzaw1Cnk?t=10390


 

Gisele Azambuja Velilha - Mediadora

Psicóloga e Psicanalista. Coordenadora na Sociedade Psicanalítica do Paraná e do Grupo de Estudos - Pólo Curitiba. Especialista em Psicoterapia Breve de Abordagem Psicodinâmica e também de Ludoterapia. Docente e Analista Didata.

Bloco I - https://www.youtube.com/watch?v=OUiUbOKq29E


 

Guilherme Athayde Ribeiro Franco

Promotor de Justiça no Ministério Público do Estado de São Paulo; especialista em Dependência Química pela Faculdade Paulista de Medicina – UNIAD - turma Instituto Bairral de Psiquiatria; membro do Conselho Estadual de Políticas sobre Drogas de São Paulo – CONED-SP; associado da ABEAD, integrou o GTIDA – Grupo de Trabalho Integrado de Drogas e Álcool do MPS. Foi advogado e Procurador do Estado. 

Acesse sua apresentação aqui.

Bloco VII - https://youtu.be/ejVWzaw1Cnk?t=8201


 

Guilherme de Barros Perini

Promotor de Justiça do Ministério Público do Estado do Paraná. Graduado em Comunicação Social e em Direito pela Universidade Federal do Paraná e Mestre em Educação pela mesma Instituição. É coordenador do Comitê do MP de Enfrentamento às Drogas e do Projeto Estratégico Semear de Enfrentamento ao Álcool, Crack e Outras Drogas. Integra o Conselho Estadual de Políticas Públicas sobre Drogas como representante titular do Ministério Público do Estado do Paraná.

Acesse sua apresentação aqui.

Abertura - https://youtu.be/9m0f-cbpqnU?t=3325

Bloco V - https://youtu.be/aijswdMhor4?t=12976

Bloco VII - https://www.youtube.com/watch?v=ejVWzaw1Cnk


 

João Paulo Becker Lotufo

Mestre e Doutor em Pediatria pela Universidade de São Paulo. Representante da Sociedade Brasileira de Pediatria nas ações de combate ao álcool, tabaco e drogas. Coordenador/Presidente do grupo de trabalho no Combate ao Uso de Drogas por Crianças e Adolescentes na Sociedade de Pediatria de São Paulo. Responsável pelo projeto Antitabágico do Hospital Universitário da USP. Responsável pelo projeto Dr. Bartô e dos Doutores da Saúde - Projeto de Prevenção às Drogas no Ensino Fundamental e Médio.

Acesse sua apresentação aqui.

Bloco IV - https://youtu.be/aijswdMhor4?t=3548


 

José Henrique França

Federação Norte e Nordeste de Comunidades Terapêuticas, membro do Conselho de Políticas sobre Drogas do Distrito Federal, CONEN-DF, onde representa a sociedade civil. Especialista em gerenciamento de crise familiar de codependentes e dependentes químicos. Em agosto de 2000 criou a ONG Salve a Si, que já atendeu mais de 7.000 acolhidos e familiares. Gestor de Comunidade Terapêutica e Conselheiro em Dependência Química. Fundador e secretário de grupo de autoajuda Amor Exigente para familiares co-dependentes (10 anos de fundação). Desde 2009 atua em prevenção ao uso de substâncias psicoativas em escolas, empresas, clínicas, faculdades entre outras instituições. Coordena grupo de abordagem em população que apresenta agravante de vulnerabilidade sobre uso de substâncias psicoativas.

Acesse sua apresentação aqui.

Bloco VIII - https://youtu.be/ejVWzaw1Cnk?t=13488


 

Liliane Casagrande Sabbag

Mestre em Administração Estratégica pela Pontifícia Universidade Católica (2003) e graduação em Psicologia pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (1982). Foi Secretária Municipal da Educação de Curitiba (2011 a 2012) e responsável pela implantação e coordenação geral do Programa Comunidade Escola, da Prefeitura Municipal de Curitiba, que mantém escolas municipais abertas para a comunidade nos finais de semana com atividades socioeducativas (2005 a 2010).

Acesse sua apresentação aqui.

Bloco VIII - https://youtu.be/ejVWzaw1Cnk?t=12265

Lívia Lopes - Mediadora

Psicóloga, Especialista em Dependências Químicas e em Prevenção e Promoção da Saúde pela UNIFESP e Especialista em Família, Infância e Juventude – IPPESP. Certificada em Mediação de Conflitos – Centro de Referência em Mediação e Arbitragem; Gestão e Ambiente de Trabalho – FGV-SP; Prevenção ao Uso de Álcool e Outras Drogas no Ambiente de Trabalho – SENAD; Terapia Comunitária aplicada à Dependência Química – SENAD; Comunidades Terapêuticas – SENAD; Aconselhamento em Dependências Químicas – UNIFESP; Tratamento do Tabagismo – CRATOD; Terapia Cognitivo-comportamental, UNIFESP; Interventions for Children with Substance Use Disorders, UNODOC. Mestre em Ciências, pela UNIFESP. Assessora da Secretaria Nacional de Cuidados e Atenção às Drogas, do Ministério da Cidadania.

Acesse sua apresentação aqui.

Abertura - https://youtu.be/9m0f-cbpqnU?t=5612

Bloco II - https://youtu.be/OUiUbOKq29E?t=9090


 

Lívia Pinho Teixeira - Mediadora

Psicóloga formada pela Universidade Tuiuti do Paraná (UTP). Mestre em Psicologia Forense e Especialista em Psicologia Clínica pela mesma Universidade. Docente da Faculdade de Tecnologia de Curitiba (FATEC) e da Pós-Graduação em Psicoterapia Infantil do Centro Universitário FAE. Atuou junto ao Centro Judiciário de Solução de Conflitos (CEJUSC) no Programa de Justiça Restaurativa e com Justiça Restaurativa Aplicada ao Contexto Escolar. Foi professora de Educação à Distância (EAD) pelo Instituto Federal do Paraná (IFPR) e é autora de livro didático sobre habilidades sociais. Ministrou aulas para o Ensino Superior nas instituições Facel e Uniandrade. Atende em consultório privado como psicóloga clínica comportamental. Atua na área da Psicologia Jurídica como assistente técnica no acompanhamento de visitas assistidas e no atendimento a adolescentes em conflito com a lei.

Bloco VI - https://www.youtube.com/watch?v=54Byh_zkfPc


 

Marcelo Marques Fortunato

Tem prática no atendimento às famílias e é gestor da Comunidade Terapêutica Perpétuo Socorro, bem como Presidente do Conselho Municipal de Políticas Públicas sobre Drogas de Quatro Barras (PR) e Delegado da FEBRACT – Federação Brasileira de Comunidades Terapêuticas no Estado do Paraná. Realizou curso sobre Dependência Química ministrado pela FEBRACT e atualmente cursa Psicologia na Faculdade Estácio, em Curitiba.

Acesse sua apresentação aqui.

Bloco VIII - https://youtu.be/ejVWzaw1Cnk?t=15724


 

Marco Antonio Bessa

Possui graduação em Medicina pela Universidade Federal do Paraná. É especialista em Psiquiatria, Psiquiatria da Infância e da Adolescência e em dependência química, com mestrado em Filosofia pela Universidade Federal de São Carlos e doutorado em Ciências pelo departamento de Psiquiatria da UNIFESP. É Professor Adjunto do Departamento de Medicina Forense e Psiquiatria da Universidade Federal do Paraná, Conselheiro do Conselho Regional de Medicina do Paraná, coordenador do Câmara Técnica de Psiquiatria do CRM-PR. Implantou e foi chefe do Serviço de Psiquiatria do Hospital Pequeno Príncipe de Curitiba, foi professor e pesquisador das Faculdades Pequeno Príncipe (20h) e implantou a Residência de Psiquiatria da Infância e Adolescência do Hospital Pequeno Príncipe (2014). Ex-presidente da Sociedade Paranaense de Psiquiatria. É preceptor do Programa de Residência Médica em Psiquiatria da Infância e Adolescência do Hospital de Clínicas da UFPR e coordenador do Ambulatório de Dependências Químicas da Infância e Adolescência do Hospital de Clínicas da UFPR.

Acesse sua apresentação aqui.

Bloco I - https://youtu.be/OUiUbOKq29E?t=169


 

Maria de Fátima Abreu Rato Padin

Psicóloga, especialista em Dependência Química (UNIFESP), Doutora em Ciências pelo Departamento de Psiquiatria (UNIFESP), graduada em Terapia Cognitiva Comportamental (IPQ-USP). Pesquisadora na área de álcool e Drogas (UNIAD/INPAD), Coordenadora do Módulo de Dependência Química do Curso de Especialização em Saúde Mental da Infância e Adolescência (CESMIA/UNIFESP). Coordenadora do MBA em Dependência Química da Faculdade de Ciências Públicas. Coordenadora dos Módulo de Dependência Química dos cursos de Especialização em Terapia Cognitiva comportamental na Infância e Adolescência do Intcc-POA. Diretora Clínica da Clínica de tratamento e Reabilitação da Dependência Química – GRESSUS.

Acesse sua apresentação aqui.

Bloco VI - https://youtu.be/54Byh_zkfPc?t=470


 

Maria Helena Bonfim Kapusta - AL-ANON

 Professora e Coordenadora da área do Paraná no Al-Anon

Bloco II - https://youtu.be/OUiUbOKq29E?t=12775 


 

Mário Sérgio Sobrinho

Procurador de Justiça do Ministério Público do Estado de São Paulo. Mestre e Doutor em Processo Penal pela Faculdade de Direito da USP. Membro do Grupo de Trabalho Integrado Drogas e Álcool, criado pela Procuradoria Geral de Justiça do Estado de São Paulo pelo Ato n° 100/2017. Bolsista do Programa Hubert H. Humphrey em 2010-2011 especializado em Abuso de Substâncias Químicas e Tribunais de Droga. Apoiador dos Programas de Justiça Terapêutica desde 2002. Conselheiro da Fundação Porta Aberta (FPA), que executa a reinserção social/profissional de abusadores de álcool e outras drogas. Autor do livro “A Identificação Criminal”, Editora RT e de capítulos e artigos publicados sobre Justiça Terapêutica e outros temas ligados a álcool e outras drogas.

Acesse sua apresentação aqui.

Bloco VII - https://youtu.be/ejVWzaw1Cnk?t=5161


 

Miguel Tortorelli

Empresário, presidente da Federação de Amor Exigente, conselheiro da Pátria Voluntária - Conselho Nacional de Incentivo ao Voluntariado, membro do CONED – Conselho Estadual de Políticas sobre Drogas do Estado de São Paulo e do Conselho de Estudos e Prevenção ao Álcool e Drogas da OAB-SP.

Acesse sua apresentação aqui.

Bloco I - https://youtu.be/OUiUbOKq29E?t=3386


 

Narcóticos Anônimos

Representantes confirmados (2), mas em virtude do anonimato se apresentarão na hora, sem sobrenome

Acesse a apresentação aqui.

Bloco II - https://youtu.be/OUiUbOKq29E?t=10969


 

Nino Cesar Marchi

Possui graduação em Psicologia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC/RS). É Especialista em Dependência Química pela UNIFESP. Possui treinamento intensivo em Terapia Comportamental Dialética (DBT), através do Behavioral Tech e The Linehan Institute. Atualmente é Pesquisador/Colaborador do Centro de Pesquisa em Álcool e Drogas (CPAD) da UFRGS, no Hospital de Clínicas, unidade Álvaro Alvim. Mestrando pelo Departamento de Ciências Farmacêuticas da UFRGS e Pesquisador/Colaborador pelo Laboratório de Pesquisas e Análises em Toxicologia (LABTOXICO) da UFRGS.

Acesse sua apresentação aqui.

Bloco VII - https://youtu.be/ejVWzaw1Cnk?t=92


 

Olympio de Sá Sotto Maior Neto

Procurador da Justiça, participante da elaboração do Estatuto da Criança e do Adolescente, assim como do Conselho Nacional da Criança e do Adolescente. Por quatro mandatos Procurador-Geral de Justiça do Ministério Público do Paraná e também Presidente do Conselho Nacional de Procuradores-Gerais dos Estados e da União. Atualmente coordena o Centro de Apoio Operacional das Promotorias de Justiça e de Proteção aos Direitos Humanos do Ministério Público do Estado do Paraná.

Abertura - https://youtu.be/9m0f-cbpqnU?t=3480


 

Paschoal Piragine Jr.

Pastor da Primeira Igreja Batista de Curitiba, onde exerce o ministério há mais de 28 anos. Escritor, conferencista e palestrante. Como líder da denominação, já exerceu várias funções: Presidente da Ordem dos Pastores Batistas do Brasil e da Convenção Batista Brasileira. É Doutor em Ministério na Faculdade Sul-Americana, em Londrina-PR, e pós-doutorando na área de Missiologia pelo Programa Doctoral em Teología, da Universidad Evangelica de lãs Americas, em San José (Costa Rica).

Acesse sua apresentação aqui.

Bloco VII - https://youtu.be/ejVWzaw1Cnk?t=2261


 

Ricardo Malina Losso

Possui graduação em Medicina pela Universidade Federal do Paraná (2002). Residência médica em Psiquiatria pela PUC/PR, pós-graduação em Dependências Químicas e Mestrado em Medicina II – Ciências da Saúde pela PUC/PR. Atualmente é médico psiquiatra do Departamento de Política sobre Drogas da Prefeitura Municipal de Curitiba. Atua em consultório particular, onde exerce psiquiatria clínica, usando recursos de psicofarmacologia e psicoterapia cognitivo-comportamental, na qual possui formação, com cursos de aperfeiçoamento no Beck Institute – Philadelphia. Tem experiência na área de Medicina, com ênfase em Psiquiatria. 

Acesse sua apresentação aqui.

Bloco III - https://youtu.be/hfTQkkKjmaA?t=3376


 

Ronaldo Laranjeira

Graduado em Medicina pela Escola Paulista de Medicina (1982). Fez Residência em Psiquiatria pela EPM (1984) e é Phd em Psiquiatria pela Universidade de Londres (1994). Atualmente é Professor Titular do Departamento de Psiquiatria da Universidade Federal de São Paulo. Tem experiência na área de Psiquiatria, com ênfase em Alcoolismo e dependência de outras drogas. As principais áreas de pesquisa são: tratamento da dependência química, o impacto das políticas públicas do álcool e outras drogas, bases biológicas da dependência e avaliação epidemiológica do uso de substâncias. Na área de treinamento coordena vários cursos de pós-graduação latu senso em dependência química (cursos de especialização presencial e virtual). É Professor orientador do programa de pós-graduação do Departamento de Psiquiatria da UNIFESP. Coordenador da UNIAD (Unidade de Pesquisa em Álcool e Drogas) da UNIFESP. É o Investigador Principal do Instituto Nacional de Políticas do Álcool e Drogas, um dos recém criados INCTs (Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia) do CNPq. Em 2014 recebeu o prêmio Griffith Edwards, premiação da International Society of Addiction Journal Editors, em reconhecimento pela atuação como clínico, educador e implementador de políticas públicas sobre álcool e drogas. É Presidente da SPDM - Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina.

Acesse sua apresentação aqui.

Bloco III https://youtu.be/hfTQkkKjmaA?t=156 


Tatiana de Sousa - Mediadora

Graduada em Serviço Social pela PUC/PR (2002). Especialista em Gestão Pública e Gerência de Cidades pelo Centro Universitário Internacional, UNINTER Brasil (2012). Especialista em Serviço Social, Políticas Públicas e Exercício Profissional, pela PUC/PR (2003-2004). Atualmente cursa a pós- graduação em “Dependência Química, da Prevenção ao tratamento”, na Universidade Positivo. Como assistente social atuou por quinze anos com regularização fundiária e Política Urbana. Atualmente atua na área de saúde mental em Unidade de Pronto Atendimento e também em Comunidade Terapêutica. 

Bloco V - https://youtu.be/aijswdMhor4?t=9198

Recomendar esta página via e-mail:
Captcha Image Carregar outra imagem